6 dicas para lidar com a volatilidade da Bolsa

6 dicas do que fazer em meio a alta volatilidade na Bolsa

O dia de ontem foi batizado por #PetroCoronaDay que provocou queda superior a -12%, causando até Circuit Break. No dia de hoje vimos o mercado bastante eufórico com as valorizações observadas nos preços com fechamento do IBOV em + 7,14%.

Este tipo de comportamento dos mercados demandam ainda mais atenção. Por isso, as próximas dicas para lidar com a volatilidade podem lhe ajudar a passar por este momento com base nos estudos e em nossa experiência.

1. Tenha calma e não faça “movimentos bruscos”

Muitas pessoas veem quedas como a de hoje como uma grande oportunidade de ir em mercados que há a possibilidade de alavancar e operar grandes volumes financeiros sem ter dinheiro.

Essa é a pior coisa que você pode fazer agora .

É preciso cautela porque ninguém acerta o momento exato da baixa ou da alta: cuidado em se arriscar muito porque é possível termos um ciclo de queda grande. Em hipótese alguma tente “recuperar a perda” por meio de operações alavancadas, como é o caso de derivativos.

2. Tenha prudência se for fazer compras

Não use sua reserva de emergência e nem pegue dinheiro emprestado para “fazer compras baratas”. Afinal, no fundo do poço sempre pode haver um alçapão.

Ou seja, não necessariamente é momento para aproveitar e comprar ativos .

Isso vale para quem tem alguma liquidez porque a bolsa pode cair ainda mais ou demorar bastante para retomar. O mais prudente é comprar aos poucos, com cuidado para não zerar o caixa, na medida em que o cenário ficar um pouco mais claro.

3. Se for fazer compras, seja racional

Fear of Missing Out (FOMO) significa “medo de perder oportunidade”, e esse é o momento em que isso mais acontecerá. Controle-se sabendo que vai ocorrer e não tome decisões precipitadas.

Cada decisão tem de ser baseada em fundamento e não em emoção, focando sempre no longo prazo. Ou seja, faça compras com parcimônia, especialmente quando o mercado estiver mais calmo: é momento de reforçar a importância de tranquilidade antes de tomar decisões.

4. Verifique seu perfil de investidor

A quantidade de brasileiros na Bolsa de Valores dobrou em 2019. Isso significa que esta é a primeira queda significativa no valor do ativos de muitos investidores locais, o que pode ter contribuído para o aumento de volatilidade.

É preciso estar preparado para perder em investimentos de renda variável para estar preparado para ganhar também. Mas se sua perda foi além do que está suportando, tudo bem: momentos de instabilidade no mercado são comuns, então leve como aprendizado.

É um momento que servirá para que investidores entendam se estão no perfil adequado para investimento.

Momentos de volatilidade são inevitáveis, mas ter uma estratégia adequada com seu perfil ajuda a manter a calma, evitando maiores prejuízos no mercado.

5. A parte mais importante

Se você não é trader, lembre-se que o lugar onde você ganha dinheiro é na sua empresa ou no seu trabalho. Os investimentos servem, no primeiro momento, para proteger o seu capital e somente depois valorizá-lo acima da inflação.

6. Tenha seguros

Quando tudo está subindo na Bolsa, como ocorreu fortemente ao longo de 2019, muita gente se sente estimulada a colocar todo seu dinheiro em renda variável. O problema é quando os índices despencam.

É por isso que é importante diminuir sua exposição tendo seguros na carteira, como ouro ou dólar, assim como fundos multimercados que utilizam estes instrumentos.

Afinal, investimentos foram feitos para fazer sua vida melhor, não pior: se você está desconfortável e há algo lhe atrapalhando, provavelmente sua exposição ao risco está desenquadrada do seu perfil de investidor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *