Carteira recomendada de Small Caps de novembro

Small Caps

A Apex Partners realiza mensalmente uma live para falar sobre a carteira recomendada do BTG Pactual, montada com a assistência de um time de Research eleito por diversas vezes como o melhor do Brasil. A Carteira Recomendada de Small Caps (BTGD SMLL) tem como objetivo selecionar as melhores oportunidades de crescimento no mercado das empresas com valor de mercado informal de até R$ 15 bilhões. Ela é composta por 5 small caps selecionadas pela equipe de análise e estratégia da instituição.

Em outubro, foram adicionadas à carteira de small caps a empresa de logística hidroviária integrada Hidrovias do Brasil (HBSA3), a empresa de energia Omega Geração (OMGE3) e a empresa de software Locaweb (LWSA3). Já as empresas Lojas Quero Quero (LJQQ3), a Duratex (DTEX3) e a Movida (MOVI3) foram retiradas. Por fim, mantivemos a empresa de soluções para transporte Randon (RAPT4) e a empresa de telecomunicações Oi (OIBR3).

A performance da carteira de small caps tem sido destaque no mercado a anos. Desde julho de 2010, a carteira acumula uma rentabilidade de 1.570,3%, contra 97,6% do SMLL e 54,1% do IBOV.

Já em outubro, a carteira teve alta de 3,6%, performando melhor do que o índice de referência (SMLL), que caiu -2,3% no mês, e que o Ibovespa, que caiu 0,7%.

Oi S.A. (OIBR3)

Depois da aprovação do plano de reestruturação revisado da Oi em uma assembleia geral de credores em 8 de setembro, a tese de investimentos no papel foi reavaliada e o preço-alvo revisado.

A administração está executando perfeitamente o plano de recuperação. Um dos ativos que vai ser vendido é a InfraCo (empresa de fibra da Oi). Já o processo de due diligence que está sendo realizado pelos potenciais compradores deve terminar em novembro. A expectativa da empresa é que lances firmes sejam feitos até o final do ano e que o leilão aconteça no primeiro trimestre de 2021, o que pode ser um gatilho.

Como resultado imediato da revisão do plano aprovado, o caso de investimento da Oi está muito menos arriscado, levando em conta que agora está autorizada a venda de ativos que podem levantar R$ 24 bilhões em caixa para a empresa. Esse valor poderia ser usado para pagar dívidas e fornecer o capital necessário para investir em sua estratégia focada em fibra.

Dessa forma, o novo preço-alvo é de R$ 2,80 por ação, indicando um potencial de valorização de 81%.

Randon (RAPT4)

A Randon pertence ao setor de soluções para o transporte, com atuação em reboques e semirreboques, veículos fora-de-estrada, autopeças e serviços financeiros.

Vemos a Randon apresentando a recuperação nas vendas mais clara no período pós-crise, impulsionada pela resiliente venda de veículos pesados devido à forte demanda do agronegócio. Também pelas vendas estáveis de aftermarket, com peças e serviços das concessionárias mostrando força.

Além disso, as expectativas são positivas quanto à incorporação da Nakata pela subsidiária da Randon Fras-le. Isso tendo em vista que a Randon anunciou recentemente a aprovação do negócio pelo CADE (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) e a aprovação do negócio em setembro. Incluindo Nakata nos modelos adiciona-se R$ 1 por ação ao preço-alvo, já que a distribuidora de componentes deve representar 9% da receita consolidada.

No médio e longo prazos, a visão é de que a Randon também se beneficiará de seus esforços inovadores, atualmente com um portfólio contendo 29 soluções a serem desenvolvidas. Por último, vê-se a empresa sendo negociada a um nível atraente de valuation em 11,2x P/L 2021E.

Omega Geração (OMGE3)

A Omega foi inserida na carteira por ser vista como uma opção de crescimento no espaço das energias renováveis. Isso porque ela levantou caixa recentemente por meio de um aumento de capital.

Assim, está bem posicionada para capturar novas oportunidades de crescimento no curto prazo. Para mais, seu portfólio eólico teve um desempenho de geração muito bom no terceiro trimestre e é esperado que a empresa entregue sólidos resultados trimestrais.

Hidrovias do Brasil (HBSA3)

Neste mês também foi adicionada a Hidrovias do Brasil, que é a maior provedora de logística integrada com foco em transporte aquaviário da América Latina, atendendo grandes companhias, como a Vale.

Com a cobertura da ação, foi estimado um rating de Compra e R$ 11 por ação de preço alvo, com um potencial upside de 86%. Acredita-se que a Hidrovias possui fundamentos atrativos, importantes vantagens competitivas e um forte posicionamento de mercado, baseando-se em três pilares.

O primeiro deles é um modelo de negócio resiliente baseado em contratos take-or-pay de longo prazo. Essa espécie de contrato confere maior segurança, ao determinar que o comprador deve obter uma quantidade mínima a ser paga ainda que não utilizada.

Além disso, a localização premium, estrategicamente posicionada para atender a maior “fronteira de crescimento” de grãos do mundo contribui para a tese de investimentos. A base de ativos altamente customizada com níveis de eficiência acima da média e a equipe de gestão experiente apoiada por patrocinadores de classe mundial também são determinantes.

Por fim, tem-se o perfil financeiro robusto, com ações negociadas em níveis de valuation atrativos, com 12,1x P/L 2021 e 8,8x EV/EBITDA 2021. Por outro lado, a média dos pares é de 20,5x P/L21. A empresa ainda rende uma TIR implícita de 10%, em termos reais, um prêmio considerável em relação aos seus principais pares.

Locaweb (LWSA3)

A Locaweb também entrou para o portfólio Small Caps neste mês, pois a empresa apresenta uma posição única em seu mercado, tem uma gestão de alto nível e as ações dão aos investidores exposição ao e-commerce e serviços digitais. Ela é a maior prestadora de serviços de internet para pequenas e médias empresas no Brasil.

As expectativas são de que a empresa apresentará outro forte resultado trimestral na próxima semana, já que a empresa deve se beneficiar dos ventos favoráveis do e-commerce. Foi levantado que o número de lojas que usam a plataforma de e-commerce da Locaweb quase dobrou este ano, o que tem um efeito poderoso para o crescimento futuro. Isso levando em conta que um novo cliente, em média, multiplica seus gastos na Locaweb por 6x em um período de 3 anos.

Além do forte momentum que acreditamos que deve continuar, a empresa está muito ativa em relação a M&As (adquiriu 3 empresas em 40 dias). Apesar de as transações M&As não serem consideradas no preço-alvo de R$ 90 por ação, essas aquisições devem gerar muito valor e são uma opção interessante para os investidores.

Disclaimer: Esta apresentação tem como único propósito fornecer informações e não constitui ou deve ser interpretada como uma oferta, solicitação ou recomendação de compra ou venda de qualquer instrumento financeiro ou de participação em qualquer estratégia de negócio específica. Essa apresentação é um documento de cunho meramente informativo, não configurando análise de valores mobiliários nos termos da Instrução CVM Nº 598, e não tendo como objetivo a consultoria, oferta, solicitação de oferta e/ou recomendação para a compra ou venda de qualquer investimento e/ou produto específico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *